• O Amor mora aqui!

    O milagre está em sua boca - #102 – Gláucia Lamblém



    Texto: Marcos 11:22-24

    “Respondeu Jesus: "Tenham fé em Deus. Eu lhes asseguro que se alguém disser a este monte: ‘Levante-se e atire-se no mar’, e não duvidar em seu coração, mas crer que acontecerá o que diz, assim lhe será feito. Portanto, eu lhes digo: tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes suceder”. Marcos 11:22-24

    Introdução:

    A maioria dos cristãos conhecem esta passagem bíblica, mas poucos compreendem as grandes verdades nela contida. Os discípulos de Jesus ficaram impactados quando constataram que uma figueira infrutífera havia secado em razão de uma palavra proferida pelo Mestre (Mc. 11:14 e 20-21). Jesus aproveitou a oportunidade para ensiná-los como orar com fé, sem duvidar em seu coração. A Bíblia é muito repetitiva sobre o poder das nossas palavras. Mas este texto em especial traz algumas verdades fundamentais sobre o poder das palavras para a concretização da nossa fé e para viver uma vida de milagres. Muitos de nós não recebemos a resposta de nossas orações por não compreendermos verdades fundamentais da Palavra de Deus. Vejamos quais são:

    1ª verdade: Não duvidar em seu coração. É preciso CRER naquilo que diz. Muitas orações não são ouvidas por falta de fé por que: “sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus CREIA que ele existe...”(Hebreus 11:6).
    Fé não acontece apenas na mente. Às vezes, em nossa mente, temos certeza de que vai acontecer, mas, ainda temos dúvidas no coração. Mas como ter certeza no coração? Como não duvidar?

    2ª Verdade: Confessar com a boca.
    “Mas o que ela diz? A palavra está perto de você; está em sua boca e em seu coração, isto é, a palavra da fé que estamos proclamando: Se você confessar com a SUA BOCA que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o CORAÇÃO SE CRÊ para justiça, e com a boca se confessa para salvação”. Romanos 10:8-9
    Vejam que a confissão com a boca vem antes de crer no coração. É preciso falar, expressar com a BOCA as verdades da Palavra de Deus. A fé sem a Palavra é falsa. Fé verdadeira tem que ter base na Palavra de Deus. A fé sem a Palavra é um carro sem motor. Portanto, é preciso liberar palavras vindas da Palavra de Deus, encontrar as promessas, declarar com a boca: “Se alguém disser a este monte” e não duvidar em seu coração... mas crer que assim o fará”. Para isso, é preciso conhecer a Bíblia.
    Em muitas passagens bíblicas do NT e do VT reafirmam acerca do poder das palavras. (Provérbios 12:14 e 18; 16:24;18:20-21 e Mateus 12:37). Então, que palavras devemos “confessar”? Palavras positivas? Aquelas que expressam nossos desejos pessoais? Não. Nossa boca deve orar a Palavra de Deus. A confissão precede a posse das bênçãos.

    3ª Verdade: Orar a Palavra de Deus.
    A Bíblia possui mais de 8 mil promessas de Deus para nós. E Deus não é homem para que minta, nem filho do homem para que se arrependa (Núm. 23:19). Ele cumpre todas as suas promessas. O Senhor é fiel em todas as suas promessas e bondoso em tudo o que faz (Sal. 146:13). Se já entregamos nossa vida para Jesus, temos um manancial de promessas para nossa vida. Todas as promessas contidas no NT e no VT estão disponíveis para nós: “pois quantas forem as promessas feitas por Deus, tantas têm em Cristo o "sim". Por isso, por meio dele, o "Amém" é pronunciado por nós para a glória de Deus. 2 Coríntios 1:10.

    A Bíblia contém promessas de cura, de libertação, de benção financeira, para nossa família, para nosso casamento, vida profissional. Mas por preguiça, negligência ou comodismo deixamos de buscar essas promessas, não lemos a Bíblia, tampouco meditamos em suas verdades. Às vezes achamos a Palavra difícil de entender, mas esquecemos que Espírito Santo que nos ensina e abre os nossos olhos. (O Salmo 119: 11 diz: “Abre os meus olhos senhor para que eu possa desvendar as maravilhas da sua lei”).
    Quando descobrimos as promessas, devemos declará-las para que elas encham nosso coração de fé e se transportem do mundo espiritual para o mundo físico.
       
    4ª Verdade: A boca pode se tornar um instrumento de satanás
    Tiago 3: 5-9 - Deus domina sobre o céu e entregou a terra para o homem dominar sobre todo ser vivente e não vivente. Jesus ao ressuscitar retirou todo poder de satanás da terra, mas ele usurpa esse poder através da língua. Ele pega fagulhas do inferno e incendeia toda a carreira da existência humana (curso da vida, na NVI). Com a mesma boca bendizemos a Deus e falamos mal das pessoas, maldizemos os filhos, caluniamos, injuriamos, murmuramos, falamos palavras negativas. As palavras de derrota abrem portas de ilegalidade para o inimigo. Precisamos nos arrepender de cada palavra mal dita, pois: Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado. (Mateus 12:36).

    A boa notícia é que quando nos arrependemos, Deus nos purifica de todo pecado, purifica nossos lábios e nos dá nova oportunidade. Devemos revogar as palavras de derrota, de maldição, de murmuração, de ingratidão, de vitimismo.
    O profeta Isaías reconheceu que tinha lábios impuros e confessou ao Senhor e assim teve seus lábios purificados com brasa do altar do Senhor:
    “Com ela tocou a minha boca e disse: "Veja, isto tocou os seus lábios; por isso, a sua culpa será removida, e o seu pecado será perdoado". Isaías 6:7

    5ª Verdade: A boca pode se tornar um instrumento de Deus
    O segredo é perseverar em buscar o conhecimento na Palavra de Deus e orar a Palavra:
    - ... Eu tenho a mente de Cristo (1 Coríntios 2:16);
    - Posso todas as coisas naquele que me fortalece (Filipenses 4:13)
    - Mas em Cristo eu sou mais do que vencedor (Romanos 8:37);
    - Ele é o Deus que me cinge de força e torna perfeito o meu caminho. (Salmo 18:32);
    - Pois Deus não me deu o espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio (2timóteo 1:7); -- - - Vocês não me escolheram a mim, mas eu vos escolhi a vós para irem e darem frutos, fruto que permaneça a fim de que o pai lhe conceda o que pedirem em meu nome. (João 15:16);
    - Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes, se beberem algum veneno mortal não lhes fará mal e nenhum; imporão as mãos sobre doentes e estes ficarão curados. (Marcos 16:17-18);
    - É Deus quem me reveste de força e torna perfeito o meu caminho. Ele me faz correr veloz como a gazela e me firma os passos nos lugares altos. É ele que treina as minhas mãos para a batalha, e assim os meus braços vergam o arco de bronze. Tu me dás o teu escudo de livramento; a tua ajuda me fez forte (2 Samuel 22:33-36).
    - Seus descendentes serão conhecidos entre as nações, e a sua prole entre os povos. Todos os que os virem reconhecerão que eles são um povo abençoado pelo Senhor. (Isaías 61:9)

    Nossa boca marca os limites da nossa vida. O que temos sonhado para nosso casamento? Para nossa vida profissional? Para nosso ministério? Para nossos relacionamentos pessoais e familiares?

    Conclusão

    Embora as promessas estejam à nossa disposição no mundo espiritual, para que elas se materializem é necessário, além de confessá-las com a boca e crer no coração, é absolutamente necessário obedecer as ordenanças do Senhor. Várias promessas são condicionadas a uma ordem. É o caso de honra aos pais para se conquistar uma vida longa, e também da fidelidade nos dízimos e nas ofertas para que recebamos a bênção da prosperidade.
    Além disso, não podemos querer alcançar as promessas com um fim em si mesmo. Deus nos escolheu para sermos cidadãos do Reino dos céus e seus Ministros, totalmente abençoados para uma finalidade:

    “Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”. 1 Pedro 2:9

    0 comentários:

    Postar um comentário

     

    ...

    AGENDA PIBPBA

    TADEL NAS CASAS
    Terça-feira | 19h

    CÉLULAS
    Quarta e Sábado

    AVIVA
    Sábado | 19h30

    CULTO DE CELEBRAÇÃO
    Domingo | 9h, 17h e 19h

    ...

    #PIBPBA

    WhatsApp (67) 9992-8000
    Fixo: (67) 3668-3036

    Rua Wladislau Garcia Gomes, 1390, Centro,
    79500-000, Paranaíba/MS.

    primeiraigrejab@gmail.com

    ...

    Formulário de contato

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *